6 de jun de 2010

Elenka

Coloquei ponto final provisório na primeira versão de Elenka, monólogo em um ato e quatro tapetes. Vinícius Piedade vai dirigir Telma Vieira na montagem.

Em teatro não existe texto definitivo, é verdade. Mandei para algumas pessoas queridas pedindo sugestões.

Eu próprio percebi algumas omissões. Nieve Matos já apontou um problema na dramaturgia. E é assim.

Um texto em teatro só pára de mudar quando a última apresentação dele é realizada. E se tiver nova montagem, será assim de novo, sucessivamente. Autor teatral é um operário de letras.

Trecho:

"Pensei nisso tudo quando ela foi embora. Pensei em meu fios entrelaçados e me perguntei se eu própria seria capaz de entrelaçar estes fios, qual tecido eu teria, quais bordados o adornariam."

Um comentário:

R. disse...

Pois é, parece dificil pensar um texto teatral desvinculado de sua encenação, afinal, ele foi feito pra isso... Mas um bom texto inicial é um ótimo ponto de partida, a história da dramaturgia nos ensina.

Espero poder ver o final do processo.